Já sentiu tremor nas pálpebras? Descubra aqui a forma de evitar esse desconforto

Esta pequena contração involuntária continuada, geralmente, desaparece em dois ou três dias, mas em alguns casos pode prolongar-se por mais tempo.

A mioquimia – nome dado a esse tremor da pálpebra – é um dos problemas que pode acontecer com qualquer pessoa que esteja com elevado nível de stress, ansiedade, fadiga, excesso de trabalho ou que tenha dormido pouco. É uma contração involuntária localizada, rápida e espontânea de um ou mais músculos. É mais frequente na pálpebra mas pode ocorrer noutros pontos da face.

O tremor na pálpebra também pode ter ligação com outro hábito comum entre os portugueses: tomar café em excesso. Outros hábitos, como consumo de bebidas alcoólicas e exercícios físicos pesados também podem causar tremor na pálpebra.

O que fazer para atenuar ou evitar o desconforto
Não há muita razão para se preocupar com os tremores esporádicos porque, geralmente, resolvem-se sozinhos com a diminuição do stress . A maioria dos casos não exige medicação, apenas compressa com água morna para ajudar a melhorar a tensão muscular do local. Aumentar a ingestão de água, diminuir o consumo excessivo de cafeína e álcool, descansar e meditar também ajudam.

Nos casos em que o tremor prevalece durante muitos dias, é necessário procurar um especialista  porque há uma doença que se manifesta de maneira parecida e que não tem cura: blefaroespasmo, a qual atinge principalmente pessoas a partir dos 60 anos. Aqui acontece uma contração das pálpebras de forma automática.

 


Artigos relacionados
Comentários
Loading...