Smartphones “indestrutíveis” estão a crescer no mercado nacional

O Trekker X-4, da Crosscall, é impermeável e resistente.

Os equipamentos da marca francesa, fundada em 2009, foram feitos para serem robustos. Estes smartphones destinam-se àqueles que têm atividades, profissionais ou pessoais, com grande mobilidade ou em condições extremas.

As vendas deste tipo de smartphones, a nível mundial, estão a ter um crescimento anual de 20 por cento, e trata-se de um nicho de mercado cada vez mais explorado, também, em Portugal. Por cá, o modelo de gama média, o Action X-3 já está disponível em algumas lojas, e nos próximos meses chegará o topo de gama Trekker X-4.

Este último tem uma capa rígida e um vidro endurecido que resiste a quedas de até dois metros. Além disso, pode estar debaixo de água doce ou salgada, durante uma hora e até dois metros de profundidade.

Smartphones “indestrutíveis” estão a crescer no mercado nacional

A sua interface e utilização intuitiva revelam a destreza deste smartphone em qualquer terreno e ação. Ao nível da câmara, o Trekker X-4 assemelha-se a uma GoPro, gravando vídeo em 4K e conseguindo captar imagens com um ângulo de amplitude de 170 graus.

Um pequeno círculo metálico, na parte traseira dos equipamentos, funciona como ligação magnética a adereços externos, como o cinco, por exemplo, para prender o equipamento durante as atividades no exterior.

Em Portugal, o mercado dos smartphones “indestrutíveis” tem sido explorado, principalmente, pela CAT, e no âmbito do mercado profissional. Segundo dados da consultora CCS Insight, foi feita uma previsão de um constante crescimento nas vendas deste tipo de dispositivos. Em 2017 foram vendidos 30 milhões de unidade desta categoria em todo o mundo, no ano seguinte foram 36 milhões. Estima-se que em 2021 as vendas rondem os 59 milhões.

Artigos relacionados
Comentários
Loading...