Tem feito mais compras online? Portugal regista um aumento de 46% de vendas durante o confinamento

Portugueses continuam a privilegiar cada vez mais o consumo online, segundo a SIBS Analytics.

Entre 15 de Janeiro e 28 de Fevereiro, as compras online aumentaram 46% em Portugal, face ao período homólogo do ano passado. Dados do SIBS Analytics mostram que estas compras são responsáveis por dinamizar o consumo durante o segundo confinamento geral.

Neste momento, o ecommerce representa 18% do total de compras electrónicas, valor que quase duplicou em relação ao período pré-pandemia. Segundo a SIBS, o MB Way é um dos métodos de pagamento mais utilizados, tendo crescido 3,8% neste canal e 2,9% nas lojas físicas.

Sobre o consumo em loja, nota-se um decréscimo de 31% nas compras na Rede Multibanco. Contudo, trata-se de um recuo inferior ao verificado no confinamento geral do ano passado: entre Março e Maio de 2020, as compras físicas chegaram a cair 47%.

Os sectores com mais peso no consumo dos portugueses são os de Super & Hipermercados, Pequena Distribuição Alimentar, Farmácias e Parafarmácias, tal como já tinha acontecido no primeiro período de recolhimento obrigatório. Juntos, representam 61% das transacções, o que representa um aumento de 14% relativamente aos dois últimos meses de 2020 e à primeira quinzena de Janeiro deste ano.

O mesmo acontece nas compras online com os sectores do Entretenimento, Cultura e Subscrições, Comércio Alimentar & Retalho, Restauração, Food Delivery e Take Away. Segundo a SIBS, representam 46% do total de compras neste canal.

O valor médio das compras registado desde meados de Janeiro é de 37,2 euros em loja e de 37,6 euros no online. Estes valores correspondem a quebras de -4% e -3%, respectivamente, face ao período antes deste segundo confinamento.

 

 

Fonte: Marketeer

 

 

Ler Mais


Artigos relacionados
Comentários
Loading...