Um clássico movido a bateria? É possível

Há um estudo a decorrer no Reino Unido que procura identificar formas de reciclar baterias antigas e dar-lhes uma nova vida em veículos clássicos ou reconvertidos em EV. A investigação Classic Car Electrification (Cicero) e da consultora HSSMI vai focar-se na ideia de desconstruir baterias velhas a um “nível modular” antes de voltar a utilizá-las em conversões de veículos para EV.

Do mesmo modo, os promotores do estudo querem desenvolver um modelo digital que permita aos especialistas em conversões prever de forma precisa a autonomia e a potência proporcionadas por uma bateria em segunda mão. Isto poderá dar lugar a um “desempenho à medida”, requisitado pelos clientes.

A HSSMI diz que esta investigação é necessária para combater 250.000 toneladas de desperdícios não processados que poderão resultar da produção de veículos elétricos até 2027. A consultora cita também um relatório de 2020 do Instituto Faraday que sugere que o Reino Unido possa estar a produzir 1,6 milhões de EV por ano em 2040, o que evidencia a necessidade de soluções de reciclagem.

Segundo a HSSMI, 98% das baterias de carros elétricos podem ser recicladas e os módulos de controlo podem ser reutilizados para melhorar a eficiência de carros tradicionais convertidos em EV. Isto poderá, segundo a consultora, ajudar a resolver problemas de equilíbrio e peso, que de outra forma exigem alterações aos sistemas de travagem e suspensão.

O estudo irá focar também em minimizar o risco durante a desmontagem e remontagem, tornando mais fácil escalar este processo para a produção em massa no futuro. Com a colaboração de outras entidades, como a Aspire Engineering, a PatrimonyEV e a Universidade de Loughborough, este estudo deverá demorar cinco meses.

 

 

(artigo originalmente publicado no site MultiNews)

 

Ler Mais


Artigos relacionados
Comentários
Loading...