5 factos (curiosos) sobre o seu coração que provavelmente desconhece

O órgão mais vital de todo o nosso organismo é sem dúvida uma “máquina” incrível, capaz de surpreender.

Todos temos sangue a correr nas nossas veias. Sem a presença deste fluído corporal ao longo do sistema circulatório não conseguiríamos viver. A função essencial da atividade cardíaca é assim garantir o correto “bombear” de sangue que se dissipe ao longo de todo o organismo.

Se colocar os seus dedos no interior do seu pulso é capaz de sentir esta exata atividade, este incrível pulsar. No entanto é impossível perceber exatamente quanto sangue circula nas nossas veias ou a que velocidade. Existem uma série de mistérios relativos às nossas funções vitais que raramente conhecemos.

[Leia também: 8 alimentos bons para a saúde do seu coração]

As respostas a muitas destas questões conseguem ser verdadeiramente fascinantes e surpreendentes. Em particular o nosso coração parece ser uma máquina “quase” perfeita, capaz de concretizar tarefas inimagináveis.

Eis alguns exemplos de interessantes factos, recolhidos pelo portal BestLife, sobre o seu coração que provavelmente nunca sequer imaginou.

 

  1. Em média, durante toda a sua vida, o coração irá realizar mais de 2.5 mil milhões de batimentos

Isto significa na prática cerca de 35 milhões de batimentos por ano, 100 mil por dia, 4,167 por hora e 70 por minuto. Esta frequência pode variar ligeiramente dependendo de vários fatores, incluindo o género, idade e estilo de vida.

  1. O coração da mulher bate em média mais de 8 vezes por minuto do que o dos homens

A dimensão do coração das mulheres é menor que a dos homens, corresponde a cerca de dois terços do tamanho do coração masculino. A frequência cardíaca das mulheres é assim em média superior – registando cerca de 78 batimentos por minuto – de forma a conseguir obter o mesmo nível de bombear. Este número de batimentos é ainda superior nas crianças e nos bebés.

  1. O coração bombeia mais de 5,5 litros por minuto

Este é de facto um valor impressionante que evidencia bem a capacidade de “trabalho” deste órgão vital. Ao longo de um dia este volume de bombear equivale a cerca de 7,500 litros de sangue. A verdade é que são muito poucas as zonas do nosso organismo que não recebem algum tipo de circulação sanguínea. As córneas e a cartilagem são alguns destes exemplos

  1. O coração pode continuar a funcionar no exterior do corpo

Pode parecer algo estranho, mas a verdade é que o batimento cardíaco pode ser iniciado sem o auxílio de nenhuma outra componente do nosso organismo. Isto acontece porque os batimentos são estimulados pelo próprio coração e não são o resultado de nenhum qualquer sinal cerebral ou estímulo externo. Desde que continue a receber oxigênio o coração poderá assim funcionar mesmo desconectado do resto do corpo humano. Quando preservado a uma temperatura bastante fria este órgão é inclusive capaz de sobreviver até 4 horas.

  1. O coração humano tem normalmente o tamanho de duas mãos apertadas

Se fechar as duas mãos irá obter mais ou menos a dimensão do seu coração. Para as crianças, o tamanho é habitualmente igual ao do seu punho fechado. Estas dimensões não são certamente as mais radicais e extremas existentes na Natureza. Para efeito de comparação o tamanho do maior coração existente equivale à dimensão de um barril de óleo e pertence à baleia azul. Já o mais pequeno mede apenas 0.2 milímetros e pertence às microscópicas vespas “fadas” voadoras.

 

Leia também:  Do cão ao chocolate: 5 formas surpreendentes para manter o coração saudável

 

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
Loading...