Cozinha mediterrânea

Numa altura em que cada vez mais os olhos do Mundo estão postos naquilo que se come, a cozinha mediterrânea reúne o melhor dos dois mundos, visto que é duplamente apelativa. É deliciosa e, ao mesmo tempo, consensualmente considerada saudável.

A busca por uma alimentação mais saudável, muito em voga nos nossos dias, tem impacto numa das cozinhas mais antigas do Mundo e faz com que receitas tradicionais ganhem novas versões. Isso faz com que a culinária mediterrânea se destaque ainda mais pelos seus pratos coloridos, equilibrados e com poucas calorias, fruto de uma seleção de alimentos naturais e leves, e pela sua capacidade de aliar o prazer de comer à perda de peso.

Este tipo de culinária tem a sua origem na Europa, em países como Itália, Espanha e Grécia, bem como algumas raízes em regiões mais distantes, como Israel e Egito. Consiste em diminuir a ingestão de gordura para, por outro lado, aumentar o consumo de alimentos naturais, nomeadamente o peixe e outros frutos do mar, oleaginosos, leite e seus derivados, leguminosas e óleos saudáveis, como o azeite de oliva ou o óleo de coco, que contribuem para a saúde do coração.

Além da criteriosa seleção de alimentos, a chamada dieta mediterrânea é muitas vezes considerada um verdadeiro estilo de vida que alia este tipo de alimentação à prática de exercício físico, normalmente ao ar livre.

Artigos relacionados
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Spotify reinventa (com humor) clássicos da música
Automonitor
Club MX-5 Portugal numa aventura pelos Vinhos do Alentejo