Quais são os lugares no avião com mais germes? (e não é o WC)

Atenção, este artigo é impróprio para quem já morre de medo de andar de avião e, principalmente, germofóbicos.

Se lhe perguntarmos onde é que se encontram mais germes num avião, o leitor responderá, porventura, que é na casa-de-banho. Esqueça. Não podia estar mais enganado.

Spoiler alert: são praticamente todos. Esta é a verdade e quem o assegura é o portal online “Best Life”, que falou com vários especialistas.

Eis os 13 locais dos aviões com mais germes:

1. Tabuleiro

«É, muito provavelmente, o objecto mais sujo do avião e há quem defenda que tem oito vezes mais bactérias do que o autoclismo», afirma Shamir Patel, farmacêutico e director da farmácia online Chemist-4-U. Esta afirmação coincide com os dados da Canadian Broadcasting Corporation, que analisou 100 amostras recolhidas em 18 voos, concluindo que os tabuleiros podem provocar infecções e lesões dos tecidos moles, como furúnculos.

2. Encosto

Pense duas vezes antes de encostar a cabeça ao apoio. Segundo a “CBS”, foram encontradas bactérias responsáveis por infecções na garganta. «Os encostos são frequentemente limpos, mas raramente trocados após voos de curta distância», explica Shamir Patel.

3. Bolsas 

A mesma investigação identificou que os bolsos dos assentos apresentam o segundo nível mais alto de bactérias, nomeadamente a E.Coli que pode provocar diarreias.

4. Maçanetas

As maçanetas estão expostas a altos níveis de bactérias hemolíticas.

5. Casas-de-banho

Lá por serem limpas, não quer dizer que estejam imaculadas. Charles Gerba, microbiologista da Universidade do Arizona, nos Estados Unidos, disse em 2017 à “Time” que encontrou coliforme fecal E.coli nas sanitas e autoclismos.

6. Revistas

É tentador pegar numa revista a bordo enquanto espera pela descolagem, mas tire daí o sentido. «A maioria das pessoas lambe os dedos antes de virar a página», nota Cindy Richards, editora da “TravelingMom.com”.

7. Ar-condicionado

Da próxima vez que for ligar o ar-condicionado do avião, lembre-se que é dos locais mais tocados e menos limpos. Uma investigação de 2015 da “Travel Math” descobriu 285 possíveis bactérias.

8. Cintos

Embora seja uma medida de segurança obrigatória, um estudo de 2018 do “The Today Show” identificou bactérias, como a acinetobacter, nas fivelas dos cintos.

9. Paredes

É daqueles que prefere o banco do lado da janela? A partir de agora, isso vai mudar. Joanne Archer, especialista em limpeza da Expert Home Tips, lembra que, «quando as pessoas se inclinam para dormir cobrem essas áreas de germes».

10. Ecrãs 

As opções de entretenimento a bordo ajudam a passar o tempo, mas são uma mina de germes. Limpe a tela com um desinfetante.

11. Apoio de braços

Lembre-se que as crianças adoram pousar os pés em cima deles.

12. Chão

«Pense em centenas de pés a subir e a descer da aeronaves», diz Anthony Bianco, escritor de viagens da “The Travel Tart”,que partilha: «Um grupo de amigos contou-me que uma vez foram num avião em que a casa-de-banho estava a avariada e a água começou a escorrer pelo corredor. Penso que não é preciso dizer mais nada.»

13. Almofadas e mantas

Se não vierem seladas, recuse gentilmente.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Spotify reinventa (com humor) clássicos da música
Automonitor
Club MX-5 Portugal numa aventura pelos Vinhos do Alentejo