5 mudanças alimentares para um 2020 mais saudável e feliz, segundo uma especialista

Sabemos que os hábitos alimentares inadequados são os principais determinantes dos anos de vida saudáveis perdidos.

Por Inês Aparício, Nutricionista

Sabemos que os hábitos alimentares inadequados são os principais determinantes dos anos de vida saudáveis perdidos. Felizmente, com um pequeníssimo esforço, é possível mudar muita coisa se multiplicarmos estas ações individuais por muitos milhões de pessoas. Mude a sua visão adotando pequenas mudanças que farão toda a diferença:

1- Uma vez por semana, substitua uma das suas refeições de carne ou peixe por um prato vegetariano. Uma refeição de carne a menos por semana, ao longo de um ano, equivale a poupar, em emissões de carbono, cerca de 500km de automóvel.

2- Uma vez por semana experimente cozinhar sem sal, substituindo-o por especiarias (manjericão cominhos, coentros, salsa, orégãos). Mais de 4 milhões de portugueses sofrem de hipertensão arterial onde o sal tem um papel importante.

3- Substitua o habitual refrigerante ou bebida açucarada por água. O consumo de bebidas açucaradas tem vindo a ser associado ao aparecimento de diabetes tipo II ou cárie dentária. Apenas um refrigerante pode conter por lata de 330ml aproximadamente 35g de açúcar, o que equivale ao consumo anual de mais de 12kgs e muitos kgs de gordura a mais no final do ano! Lembre-se que a água da rede pública em Portugal é de boa qualidade.

4- Consuma sopa pelo menos uma vez por dia, e sempre que possível, substitua a batata por leguminosas (feijão, grão, lentilhas). A presença de vegetais e leguminosas ajudam a reduzir o risco de doença cardiovascular, diabetes tipo II, regulam o trânsito intestinal e o controlo do apetite.

5- Deite menos comida fora, comprando e cozinhando apenas o necessário e reaproveitando. 1/3 da comida produzida no nosso planeta nunca chega a ser consumida, num mundo onde 795 milhões de pessoas passam fome. Em Portugal, 2 milhões de famílias estão abaixo do limiar de pobreza. Deite menos comida for a este ano! Comece na altura das festividades comprando só o necessário. (Dados Direção-Geral da Saúde)

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
Loading...