Barriga de cerveja: estudo diz que não passa de um mito

As bebidas alcoólicas são muito calóricas: 1 grama de álcool tem 7 quilocalorias (Kcal). Ou seja, um copo de cerveja de 200 ml com 5 graus tem cerca de 60 Kcal. Se somarmos os açúcares, o nosso copo de cerveja passa a ter 80 Kcal. Mas é menos do que outras bebidas alcoólicas, como o whisky.

A famosa expressão transmite a ideia de que quem bebe cerveja é mais barrigudo do que quem consome outras bebidas com álcool. O mito caiu por terra com um estudo da University College de Londres, que analisou dados da República Checa, o país com o maior índice de consumo de cerveja per capita.

Durante uma semana, 891 homens e 1098 mulheres entre os 25 e os 64 anos (abstémios ou que bebiam apenas cerveja) foram observados numa clínica para medir o índice de massa corporal, o perímetro de cintura e da anca. Segundo os resultados, não houve relação entre o consumo moderado de cerveja e o aumento significativo da linha da cintura ou do volume do corpo em geral.

Com moderação e integrada numa dieta saudável e equilibrada, a cerveja pode ser consumida sem medo de engordar. É uma bebida sem gordura, pobre em açúcares, com quantidades apreciáveis de vitamina do complexo B, vitamina PP, fosfatos, magnésio, silício e aminoácidos. Alguns estudos indicam que o consumo moderado poderá estimular as funções digestivas e ter um efeito diurético.

As cervejas sem álcool são adequadas para situações em que não deve ingerir bebidas alcoólicas, por exemplo, se conduzir.

 

Artigos relacionados
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Mark Ronson desvenda futuro dos vídeos de música
Automonitor
Moto elétrica… de madeira chega em 2020