Com marca histórica, futebol e futsal feminino têm mais de 12 mil jogadoras federadas

Portugal nunca presenciou um número tão elevado de atletas federadas, um número muito interessante e que a Federação Portuguesa de Futebol fica satisfeita.

Portugal nunca presenciou um número tão elevado de atletas federadas, um número muito interessante e que a Federação Portuguesa de Futebol fica satisfeita.

O ano transato foi negativo no número de atletas federadas em Portugal, onde caiu para metade face a 2020. Todavia, 2022 foi satisfatório e o número cresceu para um novo recorde, 7773 atletas de futebol e 4232 do futsal. Um número muito interessante e que o crescimento do futebol feminino impulsiona também o setor de apostas e odds de futebol. Assim sendo, tudo indica que o futuro próximo traga mais-valias para as jogadoras registradas na federação portuguesa.

O crescimento feminino em Portugal

Este crescimento de atletas federadas surge de igual forma perante a realidade das competições. Tendo o número aumentado de forma gradual e que impulsiona assim, simultaneamente, as apostas desportivas no que toca a modalidades femininas.

Nunca existiram tantas atletas federadas na última década, seja no futebol ou futsal feminino. Fruto da crise de saúde que se espalhou com força em Portugal e no mundo o número teve alguma decadência em 2021, mas a subida em 2022 foi interessante.
A história está feita, no novo máximo de atletas e que abre oportunidades de apostas num desporto que oferece odds apelativas, principalmente nas equipas que são destaque em Portugal, como o Benfica, Sporting CP e Braga.

As equipas que alavancaram a história

Na verdade, a história é feita não só pelo número de atletas, mas sim pelo número de equipas que amarraram nas atletas para alavancar a história. Contudo, também as apostas vieram diversificar uma modalidade que não era reconhecida.

Em Portugal, as equipas mais fortes no futebol e futsal feminino fizeram a aposta certa, dando mesmo a oportunidade das atletas se mostrarem ao país nos seus principais estádios, como foi o caso do Benfica e Sporting CP. Tudo isto passou a imagem positiva e foram mesmo números muito interessantes de adeptos que surgiram nos estádios.

Aliado a isso, os sites de apostas perceberav o quão relevante poderia ser o futebol e futsal feminino, abrindo as portas às excelentes odds, mas também patrocinando algumas equipas.
O mercado ainda é curto e apenas as equipas mais fortes se destacam nas odds, mas com o crescimento gradual das atletas federadas será notório, a curto prazo, uma força muito mais equilibrada entre equipas, visando o interesse de todos no feminino.

Dos graúdos aos seniores

Ainda que o maior crescimento tenha sido nos seniores (34%) e as apostas e odds apenas surjam para jogos de grande relevância, todos os escalões são importantes para o crescimento, onde a comunicação social tem dado a mostrar aos portugueses que há muito mais do que três equipas em Portugal.

Na verdade, alguns canais já começaram a transmitir jogos de futsal e futebol feminino. Com isto, eleva-se assim a fasquia e reconhecimento das modalidades femininas. O objetivo do crescimento para 20 mil atletas pode ser alcançado mais rapidamente.

Atletas estrangeiras para dinamizar competição

Já com excelentes performances na Liga dos Campeões femininas, a verdade é que as atletas estrangeiras que chegam a Portugal são, também, uma excelente ajuda na reputação do futebol e futsal feminino. Com isto, o futebol é visto de bom grado no estrangeiro, impulsionando assim de um modo geral uma modalidade que tem tudo para ter um futuro satisfatório.

Sendo o futebol o desporto rei de Portugal e o futsal uma modalidade que atrai cada vez mais, a comunicação social deverá ajudar também a que haja mais reconhecimento num país que se vive e respira futebol.

Ler Mais


Artigos relacionados
Comentários
Loading...