Já conhece a MB Way? Saiba como pagar compras e transferir dinheiro com o telemóvel

Com um smartphone ou tablet, a app MB Way e ligação à Net, é possível fazer pagamentos ou transferir dinheiro sem puxar da carteira. Mas alguns bancos cobram.

Criado em 2015, o serviço MB Way ganhou uma enorme popularidade e já tem mais de um milhão de utilizadores. As funcionalidades disponibilizadas, tais como o pagamento de compras com o telemóvel em lojas tradicionais ou online, levantar dinheiro sem cartão ou transferir dinheiro de forma instantânea, necessitando apenas do número de telemóvel do destinatário, levaram a este sucesso. A ausência de custos também muito contribuiu para tal, mas os bancos estão gradualmente a terminar com esta vantagem, ao descobrir uma nova fonte de rendimento.

Como funciona o MB Way

Sem carregamentos ou custos de adesão, o único requisito é ter ligação a uma rede móvel ou a Wi-Fi. Depois, é só descarregar a app MB Way e ativá-la numa caixa Multibanco. O número de funcionalidades disponíveis tem vindo a aumentar, sendo as mais recentes as que permitem utilizar o multibanco sem cartão bancário e a “dividir a conta”. Esta funcionalidade serve, por exemplo, para pagar a sua parte da refeição numa ida ao restaurante com os amigos. Pode dividir a conta com até 15 pessoas e até € 750 (por pessoa), o que dá um total máximo de 10 500 euros (14 * € 750, pois a 15.ª é quem paga a conta no total).

Desde Março, a app MB Way permite usar um terminal Multibanco sem ter o cartão bancário consigo. Basta carregar na tecla verde do teclado do Multibanco e escolher a opção “Utilizar o Multibanco”. De seguida, vai ver no ecrã um código QR, que pode ser lido pelo seu telemóvel através da app MB Way, o que desbloqueará o acesso às operações normalmente disponíveis numa caixa Multibanco. Esta nova funcionalidade veio complementar a já existente de poder levantar dinheiro no multibanco sem utilizar o cartão.

Outras funcionalidades como, por exemplo, a de “pedir dinheiro” permite “desenrascar” situações em que se vê sem euros de repente. Através da app MB Way pode pedir um empréstimo a alguém da sua lista de contactos que também seja utilizador MB Way.  Quem receber a notificação pode escolher o cartão a utilizar ou também rejeitar a operação. Quer na funcionalidade “dividir conta” quer na “pedir dinheiro”, o utilizador fica de imediato com o dinheiro disponível.

As transferências instantâneas tornaram-se também numa das funcionalidades mais usadas, principalmente para operações de pequenos montantes. Contudo, os bancos estão a começar a cobrar comissões injustificadas e desproporcionais pelas transferências através da aplicação, forçando os clientes a usar as aplicações das próprias instituições.

MB Way é seguro e fácil

Os testes realizados pelos nossos especialistas concluíram que o MB Way é um método de pagamento seguro, sendo as transações processadas pela SIBS – entidade responsável pela gestão da rede Multibanco. Na prática, está apenas a utilizar o seu cartão de débito no telemóvel, ou seja, nunca partilha os dados bancários com a loja. Além disso, a autenticação da transação é feita por si, através de um código PIN.

Todas as comunicações são feitas com recurso ao sistema de comunicação segura HTTPS e certificados de autenticação de cliente. Isto é suficiente porque, como os dados do cartão são desnecessários para o MB Way, as certificações de segurança para bases de dados tornam-se também dispensáveis.

Os riscos de segurança são idênticos aos da utilização de um cartão de débito. O seu dinheiro só fica em risco se alguém tiver acesso ao telemóvel e ao código PIN. Mas, mesmo nesta situação, o MB Way permite uma segunda linha de proteção. Se o telemóvel tiver ativada a funcionalidade de bloqueio, pode impedir (ou pelo menos dificultar) o acesso à aplicação. A própria app MB Way pode ser bloqueada e só funcionar depois de o utilizador inserir o código de bloqueio.

Têm vindo a ser relatados casos de fraude utilizando este meio de pagamento, em que as vítimas são vendedores em sites de artigos usados, como o OLX e o Custo Justo, por exemplo. Nos casos conhecidos, os burlões, a troco de supostamente pagar o item que a vítima tem à venda e aproveitando-se do desconhecimento sobre a forma de funcionamento do MB Way, convencem o vendedor a deslocar-se a uma caixa multibanco e a associar o número de telefone do burlão à sua conta, passando este, a partir daqui, a poder efetuar movimentos na mesma.

Para receber um pagamento por esta via, basta apenas comunicar o seu contacto telefónico. Não tem de se dirigir a qualquer caixa automática para associar um contacto que não o seu ou introduzir qualquer PIN. Da mesma forma, para efetuar um pagamento com recurso ao MB Way, apenas precisa de conhecer o número de telefone do destinatário. Não associe à sua conta bancária contactos telefónicos que não os seus. Desta forma, evita ser apanhado neste tipo de burlas.

Se forem tomadas todas as medidas de segurança, o pagamento com o telemóvel é seguro. Veja como aderir e conheça a lista de estabelecimentos onde pode usar o MB Way.

Como aderir ao MB Way

Pode aderir ao MB Way nas caixas Multibanco. A opção “MB Way” está disponível no ecrã principal, depois de inserir o código PIN do cartão.

É pedido o número de telemóvel a usar no serviço e o limite de compras diário que pretende. Este limite pode ser ajustado quando quiser. A caixa vai ainda pedir que escolha um código PIN com 6 dígitos e que confirme os dados.

Após a adesão, tem de instalar a aplicação MB Way no telemóvel que indicou. A mesma está disponível para iOS e Android. Ao aceder, siga os passos.

Depois de ler e concordar com os termos e condições e confirmar que já aderiu via caixa Multibanco, ative a aplicação MB Way: insira o seu número de telemóvel e o PIN MB Way.

 

Receberá de imediato um SMS com o código de ativação. Insira-o na app. Carregue em “continuar” e o serviço fica pronto a ser utilizado.

 

Após ativar o MB Way, é sugerido adicionar o e-mail, caso pretenda que seja uma alternativa ao número de telefone.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Black Friday 2019 em números
Automonitor
FIA escolhe Braga como palco do Hill Climb Masters 2020