Retenção de líquidos? Estes são os alimentos que deve (mesmo) evitar

Perceba como a sua dieta alimentar pode desempenhar um papel fundamental no acentuar (ou diminuir) do problema.

A retenção de líquidos é o resultado de uma excessiva acumulação de água nos tecidos do nosso corpo. Isto pode acontecer sempre que existe um desequilíbrio nas forças que regulam a correta passagem dos líquidos pelo nosso organismo.

O problema surge sempre que o corpo não é capaz de eliminar o excesso de líquido presente numa determinada zona do corpo, criando um desequilíbrio que pode resultar num maior inchaço ou aumento de peso. Manifesta-se sobretudo nas zonas das pernas, braços, mãos, pés e barriga.

[Leia também: 5 alimentos essenciais para adicionar à sua dieta depois dos 50]

Um maior sedentarismo e uma falta de prática regular de exercício físico são duas causas que estão habitualmente na origem do problema. No entanto a alimentação desempenha igualmente um “papel” fundamental. Uma dieta baixa em sódio e forte em alimentos com propriedades antioxidantes pode ajudar a reduzir o problema. Já outras escolhas alimentares podem, por outro lado, agravar significativamente o problema.

Eis 5 ingredientes e alimentos que deve evitar na sua dieta, em particular caso já tenha uma maior tendência para a retenção de líquidos.

 

  1. Álcool

O álcool é extremamente rico em açúcares e como tal dilui-se com maior dificuldade. Esta situação pode provocar uma retenção de líquidos temporária que se concentre nas zonas dos pés e das pernas. Deve assim evitar um consumo diário de álcool. Em alternativa deve reforçar o seu consumo de água que – ao contrário do que muitos pensam – não causa retenção, mas ajuda sim a reduzir o problema.

  1. Açúcar refinado

Ao ingerir demasiado açúcar o corpo terá uma maior dificuldade em eliminar o sódio do seu organismo, pelo que se pode dar uma retenção de líquidos. É aconselhado que reduza ao máximo a utilização deste tipo de ingrediente nas suas refeições e sobremesas. Sempre que tiver mesmo que usar este tipo de complemento, privilegie o açúcar mais escuro ou mascavado.

  1. Enchidos

Apesar de serem extremamente ricos em sabor e em aroma a verdade é que estes alimentos são “inimigos” de uma qualquer dieta saudável. Isto acontece porque os enchidos – chouriços, morcelas, alheiras, etc – contém elevadas doses de sal. Este é exatamente o agente mais responsável pela quebra na capacidade de eliminação de toxinas e líquidos. De resto, as gorduras saturadas presentes nestes alimentos são igualmente um obstáculo para a redução de peso.

  1. Farinha

A farinha e os carbohidratos em geral são conhecidos por provocarem um aumento da retenção de líquidos. Os especialistas afirmam que este tipo de alimentos bloqueia a capacidade de os rins excretarem o excesso de sal, contribuindo para uma perigosa acumulação de sódio. Sempre que se consome mais sal deve-se também aumentar o consumo de água para evitar desequilíbrios. Aprenda a reduzir o seu consumo de carbohidratos como as massas e o arroz e privilegie sempre as opções integrais.

  1. Sal

Finalmente chegámos ao principal “culpado”. Tal como referido anteriormente as elevadas quantidades de sódio bloqueiam a capacidade de eliminar líquidos de uma forma adequada. A maioria dos alimentos já contém naturalmente doses pequenas de sal, pelo que não é mesmo necessário que continue a adicionar sal refinada às refeições. Este é o principal hábito que deve quebrar. Em alternativa procure sempre condimentar os seus pratos com outro tipo de escolhas mais saudáveis como a pimenta, o tomilho ou os orégãos. Deixe-se surpreender pelos resultados finais!

 

[Leia também: Saiba quais são as 20 frutas e legumes mais ricos em água]

 

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
Loading...