“Viagens” responde a questões existenciais

Os leitores vão percorrer temas estimulantes, que os levam à própria origem do ser humano.

Quando o coração de Chopin é secretamente levado de volta para Varsóvia pela sua irmã, uma mulher vê-se obrigada a regressar à Polónia para envenenar o seu primeiro amor, moribundo numa cama. Ao mesmo tempo, um homem começa a enlouquecer quando a mulher e o filho desaparecem e reaparecerem misteriosamente.

Através do relato destas e de outras histórias e personagens, “Viagens” explora, ao longo dos séculos, o significado de se ser um viajante.

“Viagens” tem uma narrativa original, em resposta a questões profundas como a nossa existência, de onde viemos e para onde vamos, numa teia de reflexões com ficção, memória e ciência. Uma exploração profunda sobre o corpo humano, a vida que surge, a morte e o movimento, que leva o leitor ao âmago do próprio significado de Humanidade.

Este livro é da autoria de uma escritora polaca, formada em psicologia, Olga Tokarczuk, que tem recebido várias distinções internacionais, nomeadamente, do Prémio Internacional Man Booker, em 2018. Os seus livros estão traduzidos em trinta línguas.

Género: Romance

Páginas: 352

Editora: Cavalo de Ferro

Artigos relacionados
Comentários
Loading...