6 dicas eficazes para curar uma ressaca, de acordo com especialistas

Repare os “danos” do fim-de-semana com a ajuda de algumas destas estratégias.

Já quase todos passamos por isto. Os excessos de uma noite mais divertida acabam por ser pagos no dia seguinte. Dores de cabeça, enjoos e até alguma ansiedade, são alguns dos sintomas mais associados a uma ressaca provocada por um consumo excessivo de álcool.

Existem inúmeras teorias sobre quais as melhores formas de recuperar o nosso organismo no dia seguinte. Sendo certo que a estratégia mais eficaz é obviamente não consumir tanto álcool, existem igualmente alguns truques e dica que podemos seguir para minimizar o impacto dos sintomas mais negativos.

[Leia também: Álcool e tabaco são as maiores ameaças à saúde pública]

Recentemente o portal GH reuniu o contributo de alguns especialistas médicos de forma definir algumas diretrizes eficazes que devemos seguir nestas situações.

 

  1. Hidratação

Sim é provável que já tenha ouvido este conselho. A verdade é que absolutamente essencial que vá bebendo bastante água ao longo do dia e, em particular, sempre que ingere álcool. Este tipo de bebidas são capazes de “sugar” a água do nosso organismo, deixando-o desidratado e criando as condições perfeitas para o aparecimento de dores de cabeça e tonturas. Mesmo que não se tenha lembrado de beber água na noite anterior, o melhor que pode fazer é mesmo ir enchendo os seus copos de água ao longo da manhã seguinte.

 

  1. Recupere os eletrólitos

Sendo certo que o ingerir de água é o passo mais importante, é também verdade que beber líquidos repletos de eletrólitos será uma importante ajuda adicional. Opções como a água de coco, são capazes de assegurar a recuperação dos minerais essenciais que o organismo perdeu. Para além dos eletrólitos, a água de coco contém ainda níveis elevados de potássio que vão proteger as células.

 

  1. Coma uma refeição nutritiva

Uma boa refeição será determinante para equilibrar os níveis de açúcar no sangue, assim como para restaurar todas as importantes vitaminas e os minerais. Opte por proteínas magras, carbo-hidratos e gorduras saudáveis de forma a obter os melhores resultados. Evite os fritos e os alimentos demasiado açucarados, capazes de intensificar os sintomas mais negativos associados à ressaca.

 

  1. Tome medicamentos

Dado que as dores de cabeça e no corpo são os sintomas mais comuns, poderá ser recomendado a toma leve de um medicamento como a Aspirina ou um anti-inflamatório. Este tipo de apoio medicinal irá acelerar a sua recuperação. No entanto deve sempre ser cuidadoso e nunca ultrapassar a dosagem recomendada.

 

  1. Faça algum exercício leve

Provavelmente isto será tudo aquilo que não lhe apetece fazer após uma noite mais “difícil”, no entanto um pouco de exercício físico pode fazer milagres. Algum tipo leve de atividade – como uma caminhada – irá permitir estimular a sua circulação sanguínea e conduzir mais oxigénio ao cérebro. Procure apenas não exagerar muito na intensidade. Um exercício físico muito exigente irá apenas contribuir para que se sinta pior e mais desidratado. Não se esqueça de continuar a ir bebendo água ao longo de todo o processo.

 

  1. Durma e descanse bastante

De acordo com a National Sleep Foundation, o consumo de álcool está associado a uma menor qualidade de sono. Uma falta de descanso adequado apenas irá contribuir para exagerar os impactos mais negativos de uma ressaca. Como tal, talvez o ideal seja mesmo cancelar os seus planos e ficar por casa a descansar na cama – depois de comer um bom pequeno-almoço e beber bastante água, claro.

 

 

 

[Leia também: 10 “factos” sobre a alimentação que na verdade são mitos? Conheça-os aqui]

 

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
Loading...