Estes alimentos fora da sua dieta reduzem o risco de doenças cardíacas

A dieta alimentar desempenha um papel na ocorrência de problemas ligados ao coração. Algumas alterações de alimentos podem reduzir o risco do aparecimento de um colesterol alto.

O Serviço Nacional de Saúde britânico destaca cinco tipos de alimento que deve evitar ingerir para ter um maior cuidado na sua alimentação e evitar o colesterol alto:

  1. Manteiga, margarina e alimentos que contenham óleo de coco ou de palma;
  2. Queijo e natas;
  3. Salgados (folhados, empadas, rissóis, croquetes, chamuças);
  4. Bolos, bolachas e biscoitos;
  5. Charcutaria e carne vermelha.

O Ministério da Saúde identifica o colesterol alto como uma possível «causa de vários problemas cardiovasculares». O seu diagnóstico acontece quando «uma pessoa tem níveis elevados de Lipoproteína de baixa densidade (LDL)» e tem uma maior propensão para «acontecer mais nos homens do que nas mulheres», informa o Ministério português.

Os especialistas recomendam que preste atenção aos rótulos dos alimentos de modo a não consumir gordura em excesso. Assim, os homens não devem consumir mais de 30 gramas de gordura por dia. A dose diária deste nutriente para as mulheres não deve ultrapassar os 20 gramas.

Por outro lado, uma alimentação saudável e equilibrada, em que existe um consumo moderado de certos alimentos, pode ajudar a reduzir os níveis de colesterol. É o caso do abacate, peixes gordos, azeite, frutos secos e sementes. Esta é uma forma natural de reduzir o colesterol.

O Ministério da Saúde português reconhece, ainda, como causas de um colesterol alto: o sedentarismo, o consumo excessivo de bebidas alcoólicas e o tabaco. Para combater estes vícios sugere a prática de exercício físico, «três vezes por semana, pois ajuda a emagrecer e a gastar a gordura acumulada».

Se estas mudanças não forem suficientes, consulte o seu médico para controlar os níveis de colesterol no sangue.

Artigos relacionados
Comentários