Como ser um melhor (e mais presente) avô durante a pandemia?

Conheça algumas dicas que podem ajudar a “encurtar” as distâncias durante estes dias de distanciamento social. Saiba como aproveitar a tecnologia para fortalecer a relação com os seus netos.

“Seja bem-vindo ao novo normal”.

O surto de Covid-19 mudou as nossas vidas. Não sabemos até quando ou se porventura para sempre. O que sabemos é que apesar de estarmos todos a procurar regressar lentamente a um novo normal, a verdade é que o risco ainda existe. Sobretudo as pessoas com mais de 65 anos continuam a estar mais suscetíveis a sofrer riscos e complicações de saúde mais graves em caso de infeção.

Esta situação determina que muitas destas pessoas devem ter especiais precauções, garantindo que, por agora, respeitam o mais possível o distanciamento social. Como consequência muitos avós têm estado “impedidos” de visitar e conviver presencialmente com os seus netos.

[Leia também: As coisas que deve evitar (a todo o custo) dizer aos seus netos]

No entanto, apesar de não poderem conviver de uma forma tão presencial, isso não significa que os avós deixem de estabelecer uma forte relação com os seus netos. É importante que nesta fase continue a existir uma interação que seja benéfica tanto para os mais novos como para os mais velhos.

Conheça agora algumas das ideias e sugestões que pode seguir para garantir que continua a estar presente na vida dos seus netos, aproveitando da melhor forma aquilo que a tecnologia nos pode oferecer.

 

  1. Criar novos rituais antes de dormir

Porque não ajudar os pais na hora de deitar as crianças e ser você responsável por contar uma história ou conversar um pouco antes de adormecer os mais novos? Com a ajuda dos pais, experimente agendar uma chamada telefónica ou videochamada assim que as crianças se deitarem na cama. Aproveite este momento para conversar um pouco e saber com têm sido os dias. Depois conte uma história ou leia um livro ao seu neto. O facto de estarem à distância não deve significar que deixa de conseguir experienciar estes momentos especiais.

  1. Cozinhar em conjunto

Uma excelente atividade para combinar em conjunto pode ser criar um pequeno programa culinário. Caso tanto você como a criança gostem de cozinhar, poderá utilizar o Skype ou Facetime para estabelecer uma videochamada, durante a qual cada um irá seguir uma mesma receita. Coloque o seu telemóvel ou camara num angulo que dê para visualizar o que está a fazer. Escolha algo simples que a criança consiga acompanhar, sem necessidade de utilizar muitos ingredientes. A partir daí faça o papel de Chef e siga todos os passos da receita, explicando cada um deles. Esta atividade será uma excelente ideia para aproximar a família.

  1. Clube de leitura

Caso tenha um neto já mais velho que goste de ler, procure acompanhá-lo nesse interesse. Tentem escolher um livro em conjunto e durante estas semanas vão lendo os vários capítulos. Todos os dias ou uma vez por semana, agendem uma chamada telefónica ou videochamada para discutir e conversar um pouco sobre a obra. Falem sobre as personagens, sobre o enredo, procurem perceber a mensagem que o autor está a tentar transmitir. Sobretudo procurem falar sobre a forma como o livro vos faz sentir. Para que esta ideia seja um sucesso, ambos terão que estar interessados nesta atividade. Não tente forçar, caso perceba que o seu neto não está a manifestar interesse.

  1. Aprender um idioma

Porque não experimentar algo que estimule a sua mente e a da criança? Aprender um novo idioma é algo bastante importante para o correto desenvolvimento cognitivo da criança. Para si, este exercício pode igualmente ser essencial para garantir que continua a desafiar o seu intelecto. Idealmente deverá conhecer um idioma que a criança queira aprender, funcionando aqui como o seu professor pessoal. Todos os dias durante 10 minutos podem praticar palavras novas ou construções frásicas. Por outro lado, poderão decidir aprender um idioma novo, que nenhum de vós domina. Este será um exercício mais desafiante mais que pode ser realmente gratificante.

  1. Fazer jogos

Os mais novos adoram brincadeiras. Felizmente existem alguns jogos que podem ser facilmente adaptados para esta nova realidade “à distância” e que podem ser feitos através de uma videochamada. Experimente combinar um jogo de Pictionary ou de charadas. Explore diferentes tipos de jogos que possam ser adaptados à idade dos seus netos. Em alternativa poderá igualmente escolher em conjunto com o seu neto um videojogo que ambos possam jogar online. Seja um jogo para o telemóvel ou algo para o computador, o importante é que consiga envolver-se numa atividade ou interesse que o seu neto gosta bastante.

 

[Leia também: Pode um videojogo ajudar a lidar com a ansiedade provocada pelo Covid-19?]

 

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
Loading...