Fibra: porque precisa dela após os 50

Conheça aqui tudo o que precisa de saber sobre este tipo de substâncias alimentares.

Existem inúmeros benefícios associados ao consumo de fibra, sobretudo para quem tem já mais de 50 anos. Os estudos indicam que os alimentos ricos em fibras são fundamentais para melhorar a digestão e regular as funções principais do seu organismo. É assim fundamental para todos aqueles que, muito por culpa da idade, sofrem de problemas como inflamações, intestino irritável, diabetes, problemas no coração e rins, entre outros.

Apesar de tudo isto, a verdade é que muitos de nós continuamos a não consumir fibra suficiente no nosso dia-a-dia. Por exemplo nos EUA estima-se que em média os americanos consumam cerca de 15 gramas de fibra por dia, quando – de acordo com a Academy of Nutrition and Dietetics – o recomendado para o público 50+ é cerca de 21 gramas para as mulheres e 30 gramas para os homens

É assim importante reforçar e divulgar a importância deste tipo de substâncias.

O que sabemos sobre a Fibra?

No fundo, a fibra alimentar corresponde a um conjunto de substâncias existentes nos alimentos de origem vegetal que não podem ser digeridas pelas enzimas do nosso sistema gastrointestinal e que, por isso, não são absorvidas.

Segundo a Direção Geral de Saúde (DGS), as fibras alimentares são “compostos que têm muitos efeitos benéficos no nosso organismo, sendo mesmo essenciais para o normal funcionamento do sistema digestivo”.  Alimentos ricos em fibras são igualmente baixos em calorias e hidratos, ao mesmo tempo que são fonte essencial de vitaminas e minerais que facilitam o correto funcionamento do organismo.

Existem dois tipos de fibras: as solúveis e insolúveis.

Solúveis

Tal como o nome sugere as fibras solúveis dissolvem-se facilmente em água e como tal mudam de forma ao longo do trajeto digestivo. Ao entrarem em contacto com os fluidos no nosso organismo, formam uma espécie de textura gelatinosa que ajuda a reduzir a absorção de açucares e melhora o tempo de digestão.

Este tipo de função é extremamente importante para todas as pessoas que sofrem de diabetes e de índices altos de colesterol.

Maçãs, espinafres, aveias, feijões, laranjas e courgettes, são alguns exemplos de alimentos ricos em fibra.

Insolúveis

Este tipo de fibra não muda de forma, nem se dissolve em água. São conhecidas por melhorar os níveis de pH no intestino e promover um correto funcionamento intestinal. As fibras insolúveis são responsáveis pela atividade do cólon (intestino grosso), uma vez que dão azo ao “aumento do volume e fluidez das fezes”. São assim uma boa opção caso esteja à procura de remédios naturais para a constipação intestinal.

Frutos secos, sementes, trigo integral e hortaliças são alguns exemplos ricos neste tipo de fibras.

 

Porque é que é importante para o target 50+?

De acordo com um estudo conduzido ao longo de 10 anos, que contou com mais de 1609 participantes com mais de 50 anos, foi acompanhado ao longo de uma década os hábitos alimentares de cada um deles, tendo ficado claro a importância das fibras para um envelhecimento saudável.

Seguem as principais razões que explicam a importância da fibra para o organismo da população mais envelhecida:

  1. Regulam o sistema digestivo
  2. Ajudam a controlar os níveis de colesterol
  3. Melhoram a saúde do cólon
  4. Controlam os níveis de açúcar no sangue
  5. Ajudam na redução de peso
Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
Loading...