Nunca é tarde para aprender: 4 formas (simples) de integrar as videochamadas no seu dia-a-dia

Independentemente da sua idade, é possível aprender a utilizar eficazmente esta importante tecnologia.

Nada pode substituir o contacto humano, passado presencialmente e face-a-face. A possibilidade de darmos um abraço ou um beijo àqueles de quem mais gostamos é absolutamente especial e importante para o nosso bem-estar. No entanto quando a distância não permite que isto aconteça, as videochamadas podem ser uma boa alternativa.

Esta é uma tecnologia que aproxima as pessoas e que permite estabelecer uma comunicação mais interativa, apesar da distância que separa os intervenientes. Como analisado anteriormente está provado que pode ajudar inclusive a reduzir o risco de depressão e isolamento, sobretudo na população mais envelhecida.

Apesar de tudo isto, pode ser algo difícil para algumas pessoas aprender a usar bem esta tecnologia e perceber em que situações a podem utilizar. De forma a ajudar a esclarecer algumas destas questões, eis 4 dicas para melhorar a integrar esta “ferramenta” na sua vida e assim começar finalmente a ver a cara dos seus entes querido com mais frequência.

 

  1. Familiarize-se com a tecnologia

Se não sabe bem como fazer e receber videochamadas, então é essencial que aprenda rapidamente os detalhes desta tecnologia. Pode pedir ajuda aos seus netos ou a alguma outra pessoa que conheça bem estas questões. Pode ainda procurar um conjunto de tutoriais online ou inscrever-se em cursos e workshops especializados neste tema.

  1. Vá alterando a forma como inicia estas conversações

Muitas videochamadas diárias ou semanais devem ser agendadas com alguma antecedência. No entanto nem todas as suas conversas precisam de estar apontadas no calendário. Seja espontâneo e tome a iniciativa. Se vir uma qualquer foto online dos seus netos ou receba alguma novidade importante, ao invés de enviar uma simples sms, faça uma videochamada e surpreenda-os.

  1. Olhe nos olhos

Durante a videochamada faça um esforço para que pareça que está a olhar nos olhos da pessoa com quem está a falar. Isto significa que deve olhar diretamente para a câmara do seu PC ou telemóvel, ao invés de olhar para o pequeno écran onde aparece a cara do seu familiar. Esta é uma importante forma de garantir a qualidade da interação.

  1. Continue a agendar encontros presenciais

As videochamadas e outras formas de comunicação virtual não podem nunca substituir totalmente o encontro face-a-face. Um abraço ou um beijo continua a ser imprescindível. Assim não se esqueça nunca de continuar a promover encontros presenciais com os seus netos, amigos ou familiares.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
Loading...