Quer começar a correr? Leia estas dicas antes de acelerar

Correr é uma prática escolhida por muitos, mas nem todos sabem preparar o corpo para a corrida. Aquecer os músculos, tendões e ligamentos antes de começar ajuda a evitar lesões.

Não basta calçar os sapatos de corrida e partir a toda a velocidade. Para tirar o melhor partido da corrida, enquanto exercício físico regular, há que preparar o organismo antes de cada sessão, adequando-o gradualmente ao esforço que vai fazer. Uma simples caminhada pode ser um aquecimento eficiente para os músculos. Junte-lhe alguns exercícios como os do exemplo e não se esqueça dos alongamentos, que só devem ser feitos quando os músculos já estão quentes. Assim, adapta o coração e os pulmões de forma progressiva e permite que os músculos se preparem para o esforço que vão fazer.

Os alongamentos são tão importantes como correr: relaxam e ajudam a aliviar as “dores musculares” do dia seguinte. Alberto Chaíça, atleta olímpico e terapeuta, aconselha estes exercícios no final da corrida para “evitar lesões”. No início, este atleta prefere, para substituir o aquecimento tradicional, começar a correr “muito devagar” e só no final alongar os músculos.

 

Se estiver muito frio, faça um aquecimento mais prolongado antes da corrida. No final, não pare repentinamente. Diminua a intensidade da passada, até que o coração regresse ao ritmo normal. Já parado, faça alongamentos para relaxar os músculos, o que previne o aparecimento de dores musculares e lesões.

Conselhos para melhorar o desempenho

    • Antes de começar, faça um check-up com o médico assistente.
    • Prepare um treino adaptado ao seu perfil. No início, alterne entre a corrida e as caminhadas, para se habituar ao esforço. Pode usar uma banda cardíaca e uma aplicação de corrida para telemóvel, que permite controlar a frequência cardíaca, registar os trajetos, as distâncias e as calorias gastas, por exemplo. É importante para melhorar o seu desempenho.
    • Deve combinar o exercício físico com uma boa dieta alimentar, com muita água.
    • Aposte no conforto para escolher bem as sapatilhas a comprar. Identificar a passada pode ajudar. Com os movimentos da corrida, o calcanhar e o tornozelo rodam, originando diferentes tipos de pisada. Para Alberto Chaíça, a descoberta, para um iniciante, vem da prática: “a sapatilha neutra é a melhor opção. Pelo rasto, vê-se onde a sapatilha está a desgastar mais”, o que permite perceber se a sua passada é neutra, pronadora ou supinadora.
    • Convém usar meias adequadas, evitando as 100% algodão.
    • Evite correr em zonas com muito trânsito. Sobretudo à tarde, os níveis de ozono podem ser elevados, o que se torna perigoso para a saúde. Opte por correr em parques, ou zonas com vista agradável, pois irá desfrutar melhor da sua corrida.
    • Se busca motivação ou companhia, pode encontrar grupos nas redes sociais na maioria das cidades, onde pessoas se juntam para correr.

 

  • Para mais informação consulte este link
Artigos relacionados
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Black Friday 2019 em números
Automonitor
FIA escolhe Braga como palco do Hill Climb Masters 2020