Silêncio. O som inesperado do síndrome “ninho vazio”

O silêncio pode ser ensurdecedor. Conheça aqui algumas sugestões sobre como melhor lidar com o momento de saída de casa dos seus filhos.

É quase inevitável que assim que os seus filhos abandonem a casa de família para irem estudar, trabalhar ou simplesmente viver por sua conta própria sinta um enorme desgosto. É normal que este seja um momento difícil para os pais e sobretudo para as mães.

O sentimento de solidão, abandono e pesar que poderá sentir nesta altura é apelidado de síndrome do “ninho vazio”.

Lidar com uma nova realidade, caracterizada por uma casa vazia e sobretudo por um novo som – o silêncio – pode ser difícil de gerir. É normal que tal como muitas outras mães sinta falta de alguns detalhes do seu anterior dia-a-dia familiar que porventura jamais presenciará novamente. O som demasiado elevado das conversas à hora do jantar, as ocasionais discussões sobre assuntos menores e até os hábitos mais inconvenientes dos seus filhos. Tudo isso vai fazer-lhe falta nesta fase.

No entanto existem algumas dicas que poderão ajudar a gerir esta nova realidade. Eis 4 conselhos que deverá seguir para aliviar as dores de um “ninho vazio”.

Prepare-se para este momento

É importante que não seja apanhada desprevenida. Se não tentar preparar-se lentamente para a ausência das crianças em casa então tudo irá ser mais complicado. Uma mudança repentina poderá ter consequências graves para o seu bem-estar, sobretudo porque pode colocar em causa o seu verdadeiro “papel” e propósito na vida.

Aproveite para se conectar mais com o seu parceiro e amigos

Durante muitos anos o seu foco principal foi cuidar dos seus filhos. Agora nesta fase, com saída deles de casa, deverá aproveitar para dedicar mais tempo às pessoas que estão mais próximas de si. É importante que tente aproximar-se ainda mais destas pessoas pois elas serão agora ainda mais fundamentais para o seu bem-estar.

Caso seja solteira, este momento poderá ser ainda mais complicado. Deverá assim reforçar as suas relações de amizade e procurar novos momentos para se conectar com outros, tais como dedicar-se ao voluntariado ou participar nas atividades de associações ou clubes locais.

Descubra-se novamente

O que gostava de ter feito verdadeiramente antes de se ter tornado mãe? Aproveite este momento da sua vida para explorar este mesmo tema. Encontre novos projetos e hobby que lhe deem uma nova gratificação e um sentido renovado de realização.

Apoie-se na tecnologia

Hoje em dia é bem mais fácil continuar a manter contacto com os seus filhos, mesmo que eles estejam a milhares de quilômetros de distância. As ferramentas digitais são inúmeras, e aqui serviços como o Skype ou Facebook podem ajudar a garantir que mantém uma importante proximidade.

Acima de tudo tente olhar para o seu ninho vazio como um símbolo de que fez um bom trabalho a educar os seus filhos. Conseguiu prepara-los efetivamente para a vida e formou seres humanos capazes de se organizar autonomamente. Deverá sentir-se orgulhosa.

 

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Lego lança minissérie no YouTube
Automonitor
Portugal a caminho de bater recorde de produção anual