“Somos criados para agradar os outros”, diz uma coach de auto-ajuda: Deixe de pedir desculpa por tudo

Já reparou que em várias situações do dia-a-dia, como por exemplo, quando não atende o telefone a tempo e liga de volta ou quando desabafa com um amigo uma das suas primeiras palavras é “desculpa”? Saiba como pode dar a volta no futuro.

A treinadora de auto-ajuda norte-americana Martha Bodyfelt, alerta para os perigos de uma pessoa se estar constantemente a desculpar e alternativas que pode incluir no discurso. Primeiro, a autora considera que «somos criados para agradar os outros» e que «nunca fomos ensinados a colocar-nos em primeiro lugar» na lista das nossas prioridades.

O primórdio destas realidades pode ter sido na juventude de cada um e a mentalidade resultante «transitou para a vida adulta». O facto de na infância ter tido o «exemplo dos seus pais e de ter tentado receber sempre aprovação em todas as suas ações» pode explicar a atual necessidade de se desculpar, até mesmo, «numa situação de divórcio, em que o problema nunca tem falha exclusiva de uma pessoa».

Um pedido de desculpas pode ter, ainda, alguns perigos intrínsecos. Por exemplo, quando é superficial pode ser interpretado como «um sinal de que as pessoas podem tirar vantagem de si», sobretudo, quando não tem razões para o fazer e apenas o faz para manter a paz, «pode fazer com que no futuro e noutras situações seja mais difícil defender-se». Há ainda o perigo de que um «simples pedido de desculpa, também para melhorar uma situação em que o erro até é da outra pessoa, possa transferir a culpa para si».

Martha Bodyfelt considera «desafiador afastar anos de condicionamento social» e relembra que «ninguém se pode sentir responsável por agradar a todos». A autora norte-americana diz, ainda, que numa recuperação de um divórcio, a pessoa se deve valorizar e conseguir «expressar simpatia de maneiras autênticas».

5 Alternativas a pedir desculpa

Com efeito, as seguintes 5 frases alternativas, elaboradas pela treinadora de auto-ajuda, podem ajudar a deixar de pedir desculpa como mero reflexo da situação em que está. Estas podem transmitir empatia pela outra pessoa sem assumir culpas que não são suas ou pôr em causa o seu próprio bem-estar.

O seu antigo ou atual parceiro ou um amigo está com raiva de alguma coisa.

1- «Estás chateado com alguma coisa? Vamos discutir isso».

Quando alguém próximo passa por dificuldades.

2- «É péssimo que esteja a passar por esse momento difícil. Saiba que estou aqui se precisar de algo».

Está atrasado para um compromisso.

3- «Obrigado pela sua paciência».

Se tiver uma falha de comunicação com alguém.

4- «Parece haver um problema de comunicação aqui. O que podemos fazer?».

Se estiver a tentar atravessar uma multidão.

5- «Com licença. Eu preciso de passar».

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Josefinas abre lojas pop-up em Braga e Lisboa
Automonitor
Lexus estreia primeiro elétrico UX 300e na China