5 dicas para cortar (bem) o seu próprio cabelo em casa

Em tempos de quarentena são necessárias medidas extremas. Saiba como evitar alguns erros graves ao cuidar da sua imagem e do seu cabelo.

Com a recente decretação do Estado de Emergência, com o encerramento de inúmeros estabelecimentos e com grande parte da população fechada em casa, sair à rua para ir cortar ou estilizar o cabelo deixou de ser uma opção.

Muitos salões e estúdios de cabeleireiros fecharam já voluntariamente nas últimas semanas, como forma de protegerem tanto os seus funcionários como o público em geral. O risco de contágio neste tipo de ambientes e serviços é grande; o encerramento é a única opção sensata.

Sem saber quando tudo isto terá um fim, levanta-se uma questão: como cuidar do cabelo nas próximas semanas (e até meses)? Num período de isolação e distanciamento social, aprendermos a cortar o nosso próprio cabelo parece ser uma solução viável. Sobretudo se tivermos algum “jeito” para o assunto, claro.

[Leia também: 5 produtos de beleza que podem estar escondidos na despensa… da sua cozinha]

Para muitas pessoas a ideia de cortar o próprio cabelo pode ser algo assustadora. Temos receio de estragar a nossa imagem, de não conseguir fazer cortes simétricos, de não saber como pegar na tesoura e que produtos usar ao longo do processo.

Felizmente o portal online Allure, reuniu um conjunto de dicas e conselhos para auxiliar todas estas pessoas (sobretudo as mulheres) durante as próximas semanas. Conheça aqui as principais conclusões.

 

  1. Primeiro, pense se necessita MESMO de cortar o cabelo

Existe uma boa razão que explica porque confiamos num cabeleireiro profissional para cuidar do nosso cabelo. Não só estas pessoas estudaram durante anos o processo, como têm também ao seu dispor todas as ferramentas e produtos ideais para garantir ótimos resultados.

Estas pessoas são “mestres” da sua arte e demoraram anos a aperfeiçoar a sua técnica. Mesmo que siga algumas boas dicas e conselhos nunca conseguirá obter um resultado maravilhoso numa primeira tentativa.

Dito isto é importante que tenha atenção ao aparecimento de “pontas secas” que podem danificar o seu cabelo. Normalmente estas começam a aparecer 3 ou 4 meses após o seu último corte profissional. Se tiver ido ao salão ainda durante esse período, e se sentir que o cabelo ainda está ok, pode sempre aguardar ainda um pouco mais de tempo.

  1. Use as ferramentas certas

Pode achar que a sua tesoura da cozinha ou do escritório é boa o suficiente para cortar cabelo. No entanto o mais provável é que isso seja uma receita para um grande desastre. Este tipo de tesouras não são habitualmente afiadas o suficiente para cortar pelo, como tal podem acabar por puxar e danificar os seus cabelos.

É absolutamente recomendado que compre um par de tesouras profissionais, especificas para corte de cabelo. As lâminas afiadas e precisas deste tipo de ferramentas conseguirão obter cortes muitos mais direitos, criando com facilidade linhas mais retas e simétricas.

  1. Comece a cortar o cabelo limpo, seco e penteado

É provável que esteja habituada a que o seu cabeleireiro comece inicialmente por lavar ou molhar o seu cabelo antes de começar a cortar. Pode parecer uma boa ideia “copiar” este processo e replicá-lo em casa, no entanto os especialistas parecem recomendar o contrário.

A verdade é que os cabeleireiros profissionais foram treinados para cortar o cabelo molhado, permitindo-os assim ser mais precisos e eficazes nos seus cortes. Já para o “comum dos mortais” será mais fácil trabalhar o cabelo, estando ele no seu formato e estilo mais habitual. Desta forma irá conseguir evitar as surpresas desagradáveis que um cabelo molhado pode revelar assim que começa a secar.

  1. Avance devagarinho, com pequenos cortes

Escusado será dizer que esta não será a melhor altura para experimentar cortes radicais ou novos tipos de estilos. A sua falta de aptidão pode determinar que quanto mais drástico for o corte de cabelo, maior será também a probabilidade de acabar com um resultado desastroso.

Seja prudente. Comece por cortar pouco, indo de secção em secção, da frente para trás. Não comece logo por cortar o comprimento total que quer retirar no final ao seu cabelo. Vá incrementado o corte à medida do processo.

  1. Dê atenção à direção dos seus cabelos e da sua tesoura

A forma como segura a tesoura e os fios de cabelos impacta muitíssimo o efeito final do seu corte “caseiro”. A recomendação dos especialistas é que segure e puxe para cima a secção de cabelo que irá cortar, pois apenas assim conseguirá ter a certeza que tudo fica alinhado. Depois, basta que passe a tesoura paralelamente ao cabelo e vá cortando verticalmente.

Deve apontar a ponta da tesoura ligeiramente para cima, abrindo e fechando a mesma muito ligeiramente e repetidamente. Provavelmente já viu os cabeleireiros a utilizar este método. A verdade é que apenas assim se consegue obter um resultado mais difuso nas pontas, evitando deixar certos cabelos mais irregulares, que seriam mais evidentes com um corte feito completamente na horizontal.

 

[Leia também: Terei um sinal estranho? Conheça os sintomas de alarme]

 

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
Loading...